Categorias
Mística e Espiritualidade

VIDA ESPIRITUAL EXPERIMENTANDO SER COMO JESUS NA EUCARISTIA ESPIRITUALIDADE

Maria Conceição de Lacerda*

 eucaristia_3

O grande presente de Jesus Jo 6, 51-58

Cristo nos acompanha a partir do mais profundo do nosso coração; para isso quis se fazer Eucaristia.

MINHA CARNE É VERDADEIRA COMIDA E O MEU SANGUE, VERDADEIRA BEBIDA.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 6,51-58

Naquele tempo: disse Jesus às multidões dos judeus: ‘Eu sou o pão vivo descido do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. E o pão que eu darei é a minha carne dada para a vida do mundo’. Os judeus discutiam entre si, dizendo: ‘Como é que ele pode dar a sua carne a comer?’ Então Jesus disse: ‘Em verdade, em verdade vos digo, se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne é verdadeira comida e o meu sangue, verdadeira bebida. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. Como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo por causa do Pai, assim o que me come viverá por causa de mim. Este é o pão que desceu do céu. Não é como aquele que os vossos pais comeram. Eles morreram. Aquele que come este pão viverá para sempre.’

2698488941_36bdb922a4

FRUTO: Valorizar o dom da Eucaristia, mistério pelo qual Cristo nos acompanha íntima e proximamente.

PONTOS PARA A REFLEXÃO:

O Evangelho de hoje dá um ensinamento difícil de entender, para os judeus daquela época, e para todo homem ou mulher de qualquer tempo: Jesus anuncia que se dá a nós como comida, fazendo referência claramente ao mistério da Eucaristia, o grande presente de Deus.

pao_da_vida

  1. O pão da vida

Na Sagrada Escritura, e em toda tradição cultural, a simbologia do pão é muito clara: representa o alimento básico que todo ser humano necessita para viver. É um modo mais concreto de dizer comida, tomando a imagem mais freqüente em todas as culturas. Cristo usa esta imagem aplicando-a à vida humana, mais além da mera subsistência biológica. Da mesma forma que toda pessoa necessita comer, se alimentar, para que seu corpo se desenvolva normalmente, igualmente toda pessoa necessita de Cristo para crescer e viver como ser humano, que ama e é amada, que conhece e é conhecida, que se relaciona com tudo o que o rodeia. Jesus Cristo, é o Ser Humano perfeito, aquele que revela plenamente aos seres humanos, levando-os à sua plenitude (Gaudium et spes 22).

  1. A melhor companhia

Jesus não é só alimento; é também nossa melhor companhia. Uma alegria compartilhada é uma alegria maior, e uma dor compartilhada é mais leve. Por isso o Senhor nos deixou uma forma de nos acompanhar no mais íntimo que sua presença como Criador do mundo. O Catecismo da Igreja Católica nos lembra que Deus está em todos os lugares; mas seu amor delicado fez com que ficasse perto de nós de um modo especial: na Eucaristia. Esta presença, esta companhia é tão íntima que nos permite tê-lo dentro do nosso coração. Já não é só um Deus que cuida para estar perto da sua criatura; nem sequer um bom amigo que está ao nosso lado. É Alguém que entra na nossa alma, que nos acompanha a partir do mais íntimo do nosso coração, desde o fundo da nossa alma.

Eucaristia

  1. Se não comerdes minha carne…

Sabemos que precisamos comer para viver, que não podemos aguentar nem um dia sem beber; conhecemos nossas limitações e fraquezas, mas no campo do espírito, na nossa relação com Deus, somos muitos esquecidos. Esquecemos que sem o alimento dos sacramentos, sem nos nutrirmos da Sagrada Escritura, a alma se enfraquece, perde força, e vai sendo invadida por uma anemia espiritual. Jesus, conhecendo nossa fraqueza, lembra-nos expressamente: Se não comerdes minha carne e não beberdes o meu sangue, não tereis vida em vós. Se descuidamos dos sacramentos, se acreditamos que somos tão fortes que podemos ser santos com nossas próprias forças, vamos fracassar. Sejamos humildes, simples e aproximemo-nos para receber o alimento da Eucaristia, este maravilhoso presente que Deus nos deu para nos acompanhar na nossa peregrinação por esta vida, a caminho do céu.

PROPÓSITO: Participarei com atenção da Eucaristia, vivendo com especial atenção o momento da comunhão.

Conclusão: Um detalhe particular que me tocou

A Eucaristia é uma palavra feminina, e se dá em alimento é próprio da Mulher. Durante a gravidez, por nove meses consecutivos a mulher alimenta a criança no seu útero com o seu sangue. Quando ela dá a luz, seus seios transbordam de leite, é seu corpo que continua alimentando aquela criança, e até que a criança passa a comer e beber de outras fontes o leite começa a diminuir até que desaparece. Jesus Eucarístico nos ensina a acolher a nossa feminilidade que nos torna amor tão profundo e tão fecundo que pode ser corpo dado e sangue derramado, verdadeira oblação entrega de amor.

*Doutora em Antropologia de Ibero América na Universidade de Salamanca. Atua no Centro de Educação Popular e Promoção Humana Casa de Nazaré e trabalha como Professora, Coordenadora de pesquisa e Assistente Pedagógico na UNIJIPA – Faculdade Panamericana de Ji-Paraná, uma empresa do Athenas Grupo Educacional.

Por guardiadahistoria

Sou Mulher, brasileira, solteira, professora, religiosa consagrada (Católica) Antropóloga e Historiadora. Nasci quando o Brasil estava em estado de sítio, antes de completar 2 meses houve o golpe militar. Apesar de minha rebeldia, escapei do olhos, da prisão e da tortura e sobrevivi ilesa

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.