Categorias
Celebrativa Social

Festa da Páscoa

Apesar da pandemia do Corona Vírus, de ter que usar máscaras, cuidar muito bem da higiene e manter distanciamento social, a Casa de Nazaré juntamente com seus parceiros preparam uma festinha de Páscoa para as crianças e adolescentes. O central da Festa da Páscoa é a Ressurreição de Jesus, mas utilizaram também dos símbolos populares como o coelhinho e distribuíram ovos de chocolate. As crianças e adolescentes da Casa de Nazaré ficaram muito felizes e agradecidos pois gostam de chocolate e não podem comprar,, e também depois de um ano em casa de quarentena, sair um pouco e celebrar vale muito, por isso não foi difícil de manter o distanciamento social.

Irmã Izabel e Wanda preparando o ambiente.

As crianças felizes como os o ovos de páscoa.

Um casal solidário que ajudou a promover a festa.

Momento de beleza e gratidão, pela esperança e pela alegria de celebrar a Páscoa.

Perto, mas não tão perto, é o novo jeito de se encontrar nesta pandemia.

No inicio da festa, umas palavras de animo e esperança.

Por: Irmã Izabel Maia Galvão, presidenta da Casa de Nazaré.

Categorias
Sem categoria

Rifa para arrecadar fundos para a Casa de Nazaré

Idealizada e promovida pela Dra Maria José Dalamatta esta rifa foi especial, diferente das rifas comuns onde todos pagam e uma só pessoa leva o prêmio, cada pessoa que comprou a rifa ganhou um premio, ninguém saiu de mãos vazias.

Os prêmios. Uma diversidade de artigos doméstico belíssimos, compartilhamos aqui algumas fotos que representam tanta beleza e tanta diversidade. Todos de primeira qualidade.

Momento do sorteio com: Dra Maria José Dalamatta (no centro) Charlene Buss Silva e Simone Sila Candido

A Casa de Nazaré agradece. Primeiramente Gratidão a Deus, Gratidão a Dra Maria José Dalamatta por sua iniciativa, e por sempre cuidar da Gente. Gratidão a todas as pessoas que contribuíram comprando a rifa. Gratidão as meninas Simone e Charlene que participaram ativamente neste sorteio. Deus abençoe a todas, a todos.

Por: Irmã Izabel Maia Galvão, presidenta da Casa de Nazaré

Categorias
Sem categoria

Atividade de quarentena, entrega de cestas básicas

A casa de Nazaré, neste ano de pandemia, de muito sofrimento, de doença, morte, desemprego, e sobretudo de ficar em casa, buscou solidarizar-se com as dores e angustias da comunidade, e vendo as necessidades básicas, mais gritantes, busca ajuda e comove os corações de quem tem (ainda) para compartilhar com que necessita.

A Casa de Nazaré tem conseguido, várias vezes, nestes 13 meses de luta contra o vírus da COVID 19, fazer uma ponte entre quem pode ajudar e quem precisa de ajuda para se alimentar, para manter os cuidados de higiene e sobreviver nesta conjuntura.

Aqui podemos ver, através de algumas fotografias, representantes de famílias que graças a estas ajudas não sucumbiram. E nas entrelinhas deste texto podemos ver quanta gente solidária se encontra em Ji-Paraná, e graças à solidariedade a Casa de Nazaré pode continuar trazendo alegria para as crianças e adolescentes, mesmo eles lá dentro de suas casas.

A solidariedade e a partilha acontece,

Mais uma vez,

Graças à solidariedade de pessoas comuns.

todos todas respeitando o distanciamento, usando máscaras e cuidando da higiene.

As cestas básicas são uma ajuda necessária

As famílias são em grande parte lideradas por mulheres

Mulheres lutadoras

GRATIDÃO!

Por: irmã Izabel Maia Galvão, presidenta da Casa de Nazaré

Categorias
Sem categoria

Novo Bispo de Ji-Paraná visita a Casa de Nazaré

No dia 14 de fevereiro deste ano de 2021, apesar da pandemia o Bispo Dom Norberto Foerster SDV, o Monsenhor Celestino e o Padre Edimilson visitaram a Casa de Nazaré.

Dom Foerster (camisa xadrez) é muito comprometido com as pastorais e trabalhos sociais. Assim que chegou a Ji-Paraná, antes da sua posse visitou os trabalhos sociais como a Casa Santa Edwiges e a Casa de Nazaré.

A equipe de coordenação da Casa de Nazaré sabe que terá um grande aliado, pois Dom Foerster ama o pobres e pequeninos.

Irmã Izabel Maia Galvão, Dom Norberto Foerster e irmã Regina de Oliveira Cohene

Com Pe. Edmilson.

Por Irmã Izabel Maia Galvão, presidenta da Casa de Nazaré.

Categorias
Sem categoria

Visita da equipe do Projeto Socioambiental de Esgoto de Ji-Paraná

Duas representantes da equipe da Casa de Nazaré: Irmã Izabel Maia Galvão (coordenadora e presidenta)e Vanda (serviços gerais) receberam a equipe do projeto Socioambiental de Esgoto de Ji-Paraná para fazer um trabalho conjunto em prol da comunidade atendida pela da Casa de Nazaré.

A equipe composta por Thays Domilato Gonçalves (coordenadora), Raissa Fonseca Ferreira (Educadora Ambiental), Mateus Perin A. Ortiz ((estagiário) Tainá França Elias (estagiaria) Jonas de Paula F Neto (assistente administrativo).

Os projetos socioambientais são atrelados às obras de saneamento básico, como uma forma de organizar e executar as ações voltadas à população visando transformar determinada realidade social e ambiental de Ji-Paraná.

Reunião das equipes com distanciamento social.

Este Projeto Socioambiental trabalha com um conjunto de ações que visam promover a autonomia e o protagonismo social planejadas para criar mecanismos capazes de viabilizar a participação dos beneficiários nos processos de decisão implementação e manutenção dos bens e serviços do sistema de esgoto sanitário do município de Ji-Paraná.

Por: Irmã Izabel Maia Galvão (presidenta da Casa de Nazaré)

Categorias
Sem categoria

Reforma da Casa de Nazaré

Aproveitando este tempo de quarentena a coordenação da Casa de Nazaré está a fazer uma reforma de manutenção das estruturas. Um trabalho duro, mas vale a pena, vejam como está ficando lindo.

Deixando tudo pronto e arrumado para quando a gente voltar.

Esta é apenas uma amostra de todo o trabalho que está sendo feito.

Por Izabel Maia Galvão presidente da casa de Nazaré

Categorias
Sem categoria

Celebrando o Natal

No dia 23 de dezembro celebramos o Natal com as crianças da Casa de Nazaré. Foi um Natal diferente, com distanciamento social com máscaras, mas a alegria pelo nascimento do menino Deus e pelos presentes recebidos, e sobretudo pelo reencontro foi fantástico.

Um ano fora daquele espaço, um ano sem abraços, mas chegou, o Menino boa nova, Filho da mulher da esperança Aquele que salva o mundo. Ele Nasceu, ALELUIA!!!

Usando o álcool em gel e todos os cuidados de higiene, ninguém solta a mão de ninguém, juntas vamos vencer. Outro mundo é possível!

Agradecemos ao doadores e a todas as pessoas que colaboraram para que este momento maravilhoso pudesse acontecer. As fotografias e as palavras não sabem expressar muito bem nossos sentimento de

Gratidão!

Por: Izabel Maia Galvão.

Categorias
Sem categoria

O presépio

A palavra presépio vem do latim praesepium, que significa “manjedoura”. E a história começa quando: Quinze dias antes do Natal, Francisco chamou João, um homem daquela terra, para lhe pedir que o ajudasse a concretizar um desejo: “Quero representar o Menino nascido em Belém, para de algum modo ver com os olhos do corpo os incómodos que Ele padeceu”. E no dia 25 de dezembro de 1223, chegaram a Greccio muitos frades, e também homens e mulheres das casas da região, trazendo flores e tochas para iluminar aquela noite santa num lugar designado. Francisco, ao chegar, encontrou a manjedoura com palha, o boi e o burro. “Assim nasce a nossa tradição: todos à volta da gruta e repletos de alegria, sem qualquer distância entre o acontecimento que se realiza e as pessoas que participam no mistério”, escreve o Papa. “Com a simplicidade daquele sinal, São Francisco realizou uma grande obra de evangelização.”

Para p Papa Francisco, armar o Presépio em nossas casas, nos centros sociais e em outros espaços da cidade e dos campos ajuda a reviver a história que aconteceu em Belém. Imaginando as cenas, estimulam-se os afetos e nos sentimos envolvidos na história da salvação. Por esta tradição e pelo amor a Jesus e ao pobres Maria José Dalamatta ofereceu à Casa de Nazaré o material e o sua mão de obra para montar este belíssimo presépio

Mas não para aí. Apesar da pandemia e deste longo período de reclusão a festa de Natal da Casa de Nazaré vai acontecer. Maria José Dalamatta juntamente com irmã Izabel Maia Galvão e sua equipe, estão organizando para no dia da festa tudo ocorrer bem, com distanciamento social necessário com as condições de higiene e limpeza adequadas, com as crianças e adolescentes com suas máscaras, tudo nos conforme vão celebrar o Natal de Jesus, de Maria e de José na Casa de Nazaré, ao redor deste belíssimo presépio.

Por: Irmã Izabel Maia Galvão, presidente da Casa de Nazaré

Categorias
Sem categoria

Mais uma atividade de quarentena, doação de cestas básicas

Neste ano de 2020 nosso trabalho na Casa de Nazaré foi muito diferente e bem mais desafiante que nos anos anteriores.

Todo o mundo foi desafiado e modificado com esta pandemia da Covid 19. Mas a situação de pobreza e de vulnerabilidade de nossas periefias continuaram a nos questionar e nos mover.

Aqui neste post compartilhamos nossos esoforços em amenizar o sofrimento e a fome do povo e a provocar a solidariedade.

Gratidão por mais este gento de solidariedade que possibilitou a estas e tantas outras familias enfrentar mais uns dias desta pandemia.

Por: Irmã Izabel Maia Galvão presidente da Casa de Nazaré

Categorias
Sem categoria

Entrega do PAA na Casa de Nazaré

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), criado pelo art. 19 da Lei nº 10.696, de 02 de julho de 2003, possui duas finalidades básicas: promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar. 

Para o alcance desses dois objetivos, o programa compra alimentos produzidos pela agricultura familiar, com dispensa de licitação, e os destina às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e àquelas atendidas pela rede socioassistencial, pelos equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional e pela rede pública e filantrópica de ensino.

A execução do programa pode ser feita por meio de seis modalidades: Compra com Doação Simultânea, Compra Direta, Apoio à Formação de Estoques, Incentivo à Produção e ao Consumo de Leite, Compra Institucional e Aquisição de Sementes. 

O programa vem sendo executado por estados e municípios em parceria com o Ministério da Cidadania e pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). 

A Casa de Nazaré é beneficiária do PAA, e neste tempo de Pandemia, por não poder acolher as crianças e adolescentes para não provocar aglomerações nem fazer o vírus circular, recebe os alimentos e compartilha s famílias mais necessitadas.

Por irmã Izabel Maia Galvão, presidente da Casa de Nazaré